Inaugurada a Sede Nacional Das Assembleias de Deus Pentecostal.
Data: 23/07/2014 - Fonte: ADP Maculusso
Foi inaugurada a nova sede das assembleia de Deus em Luanda, no município de Cacuaco no dia 19/07. Contou com a presença de várias autoridades honrado esse marco histórica das Assembleias de Deus Pentecostal.

Da esquerda para direita, Reverendo José Troco, Tesoureiro Geral da Convenção Nacional das Assembleias de Deus Pentecostal em Angola, Reverendo Enoque Gomes, Secretario Geral da Convenção Nacional das Assembleias de Deus Pentecostal em Angola, Reverendo Fernando Manuel Panzo, Presidente da Convenção Nacional das Assembleias de Deus Pentecostal em Angola, Reverendo Tuxa Kimbundo, Tesoureiro caixa da Convenção Nacional das Assembleias de Deus Pentecostal em Angola, Reverendo Francisco Domingos Sebastião, Vice- Presidente da Convenção Nacional das Assembleias de Deus Pentecostal em Angola.

O templo com capacidade aproximada de 8 mil pessoas sentadas.


 
Morreu o teólogo, escritor e educador Rubem Alves, ex-pastor presbiteriano
Data: 22/07/2014 - Fonte: Gospel+
O escritor e educador Rubem Alves, ex-pastor presbiteriano, faleceu no último sábado, 19 de julho de 2014, vítima do agravamento de uma pneumonia que terminou em falência múltipla dos órgãos. A vida de Alves chegou ao fim depois de 80 anos, em Campinas, interior de São Paulo.
Rubem Alves foi bacharel em teologia pelo Seminário Presbiteriano do Sul, em Campinas, mestre em Teologia e doutor em Filosofia (Ph.D.) pelo Seminário Teológico de Princeton (EUA), além de psicanalista e professor no Instituto Presbiteriano Gammon, em Lavras (MG), no Seminário Presbiteriano de Campinas, na Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Rio Claro (SP) e na UNICAMP, onde tornou-se Professor Emérito.
Durante muitos anos foi pastor presbiteriano, mas sua postura liberal e seu envolvimento com movimentos de renovação da teologia o fizeram sofrer críticas e questionamentos desde muito cedo. Como consequência desses atritos, foi listado pelo Regime Militar nos anos 1960 como um dos pastores procurados pela repressão, e foi para os Estados Unidos estudar e desenvolver sua tese de doutorado.
Em 1968, precisou deixar o ministério pastoral pois os conflitos no âmbito teológico haviam se tornado insustentáveis, e foi proibido de subir aos púlpitos das Igrejas Presbiterianas.
Desse embate na área da religião, Rubem escreveu o livro “Protestantismo e Repressão”, com a intenção de analisar as origens, práticas e cotidiano do movimento. Mesmo antes de sua morte, o ex-pastor foi tido como dos mais relevantes pensadores no cenário teológico do Brasil.
CompartilharNo âmbito secular, Rubem Alves dedicava-se a ensinar, que para ele, era “um ofício que deve ser exercido com paixão e arte”, num gesto de alegria. Suas reflexões sobre o assunto são vistas como amplas e inspiradoras pelos especialistas. “Educar não é ensinar matemática, física, química, geografia, português. Essas coisas podem ser aprendidas nos livros e nos computadores. Dispensam a presença do educador. Educar é outra coisa. [...] A primeira tarefa da educação é ensinar a ver. [...] Quem vê bem nunca fica entediado com a vida. O educador aponta e sorri – e contempla os olhos do discípulo. Quando seus olhos sorriem, ele se sente feliz. Estão vendo a mesma coisa. Quando digo que minha paixão é a educação estou dizendo que desejo ter a alegria de ver os olhos dos meus discípulos, especialmente os olhos das crianças”, dizia o escritor.
O corpo de Rubem Alves foi velado na Câmara Municipal de Campinas, e cremado em Guarulhos. As cinzas serão jogadas aos pés de um Ipê amarelo, como ele havia pedido em vida. “Sempre foi um pai maravilhoso, sempre esteve ao lado da família, foi preocupado com os filhos, com os netos. O legado que ele deixa é o legado da simplicidade. Ter mostrado que com as coisas simples, com o vento, as árvores, a gente pode ser muito feliz”, disse o filho Marcos Nooper Alves, de 52 anos.
 
Angola: Formação cristã deve servir de base para instrução das crianças
Data: 07/06/2014 - Fonte: Angop
Luanda- A formação cristã deve servir de base para instruir as crianças afirmou hoje, sábado, em Luanda, o coordenador de Crianças do Distrito Eclesiástico de Luanda Sul da Igreja Metodista Unida (IMU), Luís Daniel Praia.
O responsável teceu estas declarações à Angop à margem do acto de abertura do workshop 2014, sob o lema “Desperta-te para o bem da criança”, que decorreu na Igreja Metodista Unida São Tiago.


Luís Daniel Praia acrescentou que o evento serviu para se promover uma reflexão em torno de maior aproximação e atenção dos pastores e adultos com as crianças, bem como analisar as principais preocupações. “Infelizmente ainda temos pastores que não acompanham directamente o que os professores ensinam às crianças e isso preocupa bastante, porque nem sempre estamos a dar aquela formação que é uma orientação espiritual”, disse.

Para Adelaide Manuel João, participante, a acção formativa é benéfica, porque os conhecimentos adquiridos poderão ajudar de forma directa para o bem-estar das crianças. Já o professor Francisco Lumengo compreende que o workshop servirá para aclarar algumas inquietações das crianças e ensina-las como devem lidar com as vicissitudes da vida a nível social e cristã.

“A criança e o núcleo da igreja”, “O envolvimento pastoral no ministério infantil” e “A importância do lúdico na educação da criança”, foram debatidos durante o workshop que congregou mais de 30 participantes, entre crianças, professores e pastores.
O Departamento de Trabalho com Crianças do Distrito Eclesiástico de Luanda Sul da Igreja Metodista Unida controla mais de quatro mil crianças e tem a responsabilidade de criar acções de educação cristã e ensinar os menores a serem verdadeiros testemunhos de Jesus Cristo.

 
Após filho revelar ser gay, pastor batista diz que já não vê a homossexualidade como pecado.
Data: 07/06/2014 - Fonte: Google +
O pastor batista Danny Cortez, dirigente de uma igreja em Los Angeles, anunciou que mudou sua visão sobre a homossexualidade e agora não vê mais a prática como pecaminosa. O fato se deu após o filho do pastor revelar que é gay.

“Percebi que já não acreditava nos ensinamentos tradicionais sobre a homossexualidade”, disse o pastor durante um culto. Na ocasião, o pastor teria gasto aproximadamente uma hora explicando seu prisma a respeito do tema, segundo informações do Charisma News. O presidente do Seminário Teológico Batista do Sul, Al Mohler, repudiou a postura do pastor num artigo, dizendo que terá que tomar uma decisão crucial na próxima conferência de Baltimore: “Estou confiante de que a Convenção Batista do Sul vai agir de acordo com suas próprias convicções, confissão de fé e constituição quando mensageiros da Convenção reunir na próxima semana em Baltimore”, escreveu Mohler.

O líder batista afirmou ainda que a convenção será simbólica e histórica, por marcar um ponto importante na conservação das tradições das igrejas batistas. “Cada congregação evangélica, denominação, agência missionária, escola e instituição deve estar pronta para enfrentar o mesmo desafio, pois virá rapidamente, e muitas vezes de uma fonte inesperada. Uma vez que se trata, não há meio termo, e não há ‘terceira via’. Mais cedo ou mais tarde, e, provavelmente, mais cedo, a resposta de todas as igrejas e cristãos será sim ou não [à homossexualidade]“, concluiu Mohler.

 
O missionário Irmão André, que ficou conhecido como “o contrabandista de Deus”, completa 86 anos
Data: 14/05/2014 - Fonte: Gospel +
No último domingo (11), o missionário holandês Anne van der Bijl completou 86 anos de idade. O missionário, que ficou conhecido em países de língua portuguesa como Irmão André (em inglês: Brother Andrew), ficou conhecido em todo o mundo por “contrabandear” Bíblias para os países comunistas no auge da Guerra Fria. Por esse trabalho ele recebeu o apelido de “Contrabandista de Deus”, que é também título do livro que relata essa história.
Irmão André é também fundador do ministério Portas Abertas Internacional, e já viajou por quase o mundo todo, servindo a cristãos livres e perseguidos.

Segundo o site do Portas Abertas no Brasil, a saúde do missionário começou a dar sinais de que é necessário descansar, mas seu vigor espiritual é o mesmo e ele continua acompanhando o trabalho do ministério, orando e ensinando através de seus livros que têm sido publicados.
Em sua última visita ao Brasil, Irmão André deixou uma mensagem afirmando que “o Brasil deve ter um lugar especial no coração de Deus”, devido à sua grande dimensão geográfica, sua população variada e o crescimento que a igreja tem apresentado no país.

Prezados amigos, o Brasil deve ter um lugar especial no coração de Deus. Ele o fez tão grande e lhe deu uma população tão variada! Mais importante ainda, a Igreja no Brasil está crescendo. Ela é realmente um gigante numa terra gigante. O que fará o gigante? Penso que Deus quer realizar proezas através dos cristãos brasileiros. Eu lhes agradeço por isso em nome daqueles que têm sido feitos prisioneiros e daqueles servos treinados e instruídos que estão trabalhando para encorajá-los e libertá-los – afirmou Irmão André.